PARCEIROS
Home Parceiros Sinapego homenageia atletas de Goiás

Sinapego homenageia atletas de Goiás

Em reconhecimento à importância dos atletas para o futebol brasileiro, o Sinapego homenageou atletas que contribuíram para o futebol goiano e aqueles que estão em atividade e com futuro promissor, na noite do dia 12 de dezembro de 2017, terça-feira, no Restaurante Árabe, em Goiânia. Os homenageados foram: Carlos Eduardo, Jair Porrete, Nonato e Wilson Sorriso. Na oportunidade, o presidente do Sinapego, Marçal Filho, anunciou a celebração de convênio que oferece 60% de desconto para atletas na Universidade Salgado de Oliveira e também reforçou as várias atividades realizadas pela entidade ao longo de quase 17 anos.

Marçal destacou a importância de se homenagear e valorizar os atletas que contribuem e contribuíram para o futebol brasileiro e em especial, o futebol goiano. “É interessante reconhecermos a capacidade daqueles que fizeram parte do futebol goiano. Um deles, o Jair Porrete, é uma pessoa humilde, que veio de outro estado para Goiás. Aqui fixou residência e fez história no futebol goiano. Jair foi um atleta profissional exemplo, dentro e fora de campo”, explica.

Em relação ao atleta Carlos Eduardo, o presidente lembrou que o mesmo está começando agora e com um futuro promissor. Sobre o Nonato, Marçal ressaltou que ele está quase parando de jogar e que continua fazendo um bom trabalho. E sobre Wilson Sorriso, que foi um atleta qualificado. “O Nonato talvez seja o maior artilheiro de todas as divisões do futebol goiano e o Carlos Eduardo é uma grata revelação, sendo hoje muito cobiçado por várias equipes, pela sua capacidade e humildade. O Wilson Sorriso é um exemplo de profissional, altamente qualificado e no qual me espelhei durante minha carreira, além de ser um ser humano querido por todos”, ressalta.

Durante o evento foi exibido um vídeo citando as principais realizações do Sinapego, tais como: aquisição da sede própria; participação no Conselho Arbitral; indicação dos membros no TJD-GO em 2005 e no STJD em 2016; participação ativa junto ao legislativo federal na busca da manutenção dos direitos dos atletas; presença em eventos voltados aos interesses dos atletas, como palestras, congressos e seminários; idealização do projeto Torcedor do Futuro, em parceria com a Federação Goiana de Futebol (FGF); criação do projeto Sinapego vai à escola e do projeto Futuro Certo, buscando convênios educacionais objetivando a formação do atleta profissional; negociação coletiva para 2018 com os clubes para Séries A, B e C do Goianão; emissão de Certificado de Monitor; manifestação de apoio para a volta do Sub-20 e criação do novo site do Sinapego e das redes sociais no Facebook e Instagram.

O presidente destacou que o sindicato já fez muito pelo futebol goiano. Conforme ele, uma das ações que é motivo de orgulho, inclusive pessoal, foi ter conseguido colocar a primeira mulher no Tribunal de Justiça Goiano, Arlete Mesquita. “Foi difícil, mas conseguimos intervir e colocar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva a primeira mulher a representar os atletas goianos, com apoio da categoria”, afirma.

De acordo com o presidente, ainda existem dificuldades a serem vencidas. “Quanto mais se faz, há necessidade de se fazer mais. Certa vez um amigo disse: mexemos com “gente” que não ajuda a “gente” e que essa “gente”, bate na “gente”. Então, precisamos trabalhar muito porque a bola vai continuar rolando e o espaço é grande e enorme para todo mundo”, pontua.

Marçal também reforçou que uma das preocupações do Sinapego é a de formar cidadãos e não só jogadores de futebol. Ele explicou que é preciso dar condições ao atleta de estudar e que o sindicato tem buscado convênios com instituições de ensino para propiciar o estudo desses profissionais e anunciou: “fechamos convênio com a Universo (Universidade Salgado de Oliveira) e, a partir de 2018 os atletas terão 60% de desconto mensal para cursar a faculdade. Precisamos formar cidadãos e não apenas jogadores de futebol. Continuaremos trabalhando com “gente” que às vezes briga com a “gente”, mas a “gente” tem que respeitar essa “gente””, conclui.

O tesoureiro do Sinapego, Ronaldo Luís Alves, confirmou que todos os acordos financeiros, a maioria repassados pela FENAPAF, foram cumpridos e administrados pelo sindicato. “Informamos a nossa satisfação e a regularidade de estar com nosso dever cumprido em mais um ano que termina. Comprovamos a toda a sociedade e atletas que o sindicato cumpre os seus deveres e sempre faz o possível para manter todos os atletas com a cabeça tranquila para desenvolverem o seu bom trabalho perante o futebol”, finaliza.

Fonte: www.sinapego.org.br / postado em 13/12/2017 - Foto: D Moraes

COMENTÁRIOS: Os comentários representam a opinião de seus autores, e não da União Geral dos Trabalhadores.