NOTÍCIAS
Home Notícias Goiás Santander lança bolsa de R$ 4 mil para ajudar universitários de 12 municípios goianos durante a pandemia; veja como se inscrever

Santander lança bolsa de R$ 4 mil para ajudar universitários de 12 municípios goianos durante a pandemia; veja como se inscrever

Para concorrer a uma vaga, alunos podem se cadastrar até o dia 2 de agosto. Confira as cidades de Goiás que têm faculdades contempladas por projeto nacional.

22/06/2020

Com o intuito de apoiar os estudantes universitários durante o período de pandemia, o Santander Universidades lançou o projeto Superamos Juntos, que deve oferecer bolsas no valor de R$ 4 mil a mais de 1 mil alunos de universidades brasileiras. Goiânia e outros 11 municípios goianos possuem faculdades inscritas no projeto (confira lista ao final da matéria).

O estudante que tiver interesse em ganhar a bolsa deve conferir se estuda em uma das instituições de ensino participantes e se inscrever, até o dia 2 de agosto, no site do projeto. O objetivo, segundo o Santander Universidades, é ajudar 1.030 universitários de 121 faculdades privadas espalhadas pelo país, de forma que eles consigam manter os estudos mesmo em meio às dificuldades financeiras.

De acordo com o projeto, cada estudante contemplado receberá R$ 300 como ajuda de custo para comprar livros, materiais ou até mesmo pacote de internet para estudar a distância, além de um crédito de R$ 3,7 mil, que será repassado para a universidade para quitação de mensalidades.

O projeto prevê que a escolha dos contemplados será feita levando em conta “excelência acadêmica” e situação de vulnerabilidade social. A publicação dos resultados será feita no dia 8 de setembro.

Segundo o Santander Universidades, o investimento ultrapassa os R$ 4 milhões, valor que foi redirecionado de outros programas, como intercâmbios, em razão da pandemia do coronavírus.

Municípios goianos com faculdades contempladas:

Anápolis
Catalão
Ceres
Goianésia
Goiânia
Itumbiara
Jaraguá
Rio Verde
Rubiataba
Senador Canedo
Silvânia
Valparaíso de Goiás

Fonte: G1 Goiás.

COMENTÁRIOS: Os comentários representam a opinião de seus autores, e não da União Geral dos Trabalhadores.