NOTÍCIAS
Home Notícias ECONOMIA IPP sobe 0,12% em abril ante 0,84% em março, revela IBGE

IPP sobe 0,12% em abril ante 0,84% em março, revela IBGE

A taxa de março foi revista de uma elevação de 1,32% para 0,84%

29/05/2020

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que inclui preços da indústria extrativa e de transformação, registrou alta de 0,12% em abril, informou nesta sexta-feira, 29, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o nono aumento consecutivo do índice. A taxa de março foi revista de uma elevação de 1,32% para 0,84%.

O IPP mede a evolução dos preços de produtos na “porta da fábrica”, sem impostos e fretes, da indústria extrativa e de 23 setores da indústria de transformação.

Com o resultado de abril, o IPP de indústrias de transformação e extrativa acumulou aumento de 2,13% no ano. A taxa nos 12 meses até abril foi de 4,79%.

Considerando apenas a indústria extrativa, houve avanço de 4,04% em abril, após a queda expressiva de 17,12% registrada em março. Já a indústria de transformação registrou recuo de 0,05% em abril, ante aumento de 1,78% no IPP de março.

De acordo com o IBGE, o índice geral, de 0,12%, é explicado por dois fatores: a valorização do dólar e a queda no preço dos derivados de petróleo.

“A depreciação do real frente ao dólar, de 9%, desencadeia uma série de aumentos dos preços captados no IPP, seja por conta dos produtos que o Brasil exporta, como couro, fumo, derivados de soja, carnes, entre outros, ou dos efeitos no aumento de matérias primas, o que vai ter impacto, por exemplo, na química e nos eletrodomésticos”, explica o gerente da pesquisa, Alexandre Brandão, em comunicado do IBGE.

Fonte: www.correiobraziliense.com.br

COMENTÁRIOS: Os comentários representam a opinião de seus autores, e não da União Geral dos Trabalhadores.