NOTÍCIAS
Home Notícias Goiás Alunos goianos de baixa renda podem concorrer a bolsas de estudos para o ensino médio

Alunos goianos de baixa renda podem concorrer a bolsas de estudos para o ensino médio

Instituto Ser Tão Grande seleciona alunos entre 12 e 15 anos que estudam em escolas públicas de Goiás. As inscrições são de graça e começam no sábado.

19/06/2020

Alunos goianos de baixa renda podem concorrer a bolsas para ensino médio financiadas pelo Instituto Ser Tão Grande, em Goiânia. Podem participar da seleção alunos do 9º ano que estudam em escolas públicas de Goiás, que sejam de baixa renda e tenham entre 12 e 15 anos. As inscrições começam no próximo sábado (20) e podem ser feitas de graça pelo site da instituição.

O instituto é uma entidade privada sem fins lucrativos que nasceu da ideia de dois jovens goianos e é mantido por meio de doações. Os jovens talentos selecionados terão acesso a bolsa educacional multidisciplinar durante todo o ensino médio, além de inserção em programas de desenvolvimento pessoal e orientação profissional até o ingresso na universidade.

O processo seletivo tem cinco etapas. Há critérios de desempenho acadêmico, socioeconômico e de habilidades socioemocionais. Após o cadastro no site do instituto, terá um teste online, no dia 11 de outubro. Em seguida, o aluno passa por uma entrevista também pela internet, no dia 25 de outubro. Há uma prova presencial prevista para 14 de novembro. A última etapa consiste em uma entrevista presencial com o estudante e a família dele com data prevista para dia 12 de dezembro.

O instituto tem duas frentes de atuação: o acesso ao ensino médio nas melhores escolas particulares de Goiânia por meio de bolsas integrais ou, para aqueles alunos que queiram continuar na escola pública, o financiamento de cursos de reforço no contraturno.

De acordo com a direção do projeto, todos os estudantes selecionados terão acesso a aulas de inglês e específica de redação. Os jovens contarão com uma rede de mentoria formada por profissionais expoentes em suas carreiras e pessoas com experiências em universidades de referência mundial, como Harvard e Columbia, localizadas nos Estados Unidos.

Fonte: G1 Goiás.

COMENTÁRIOS: Os comentários representam a opinião de seus autores, e não da União Geral dos Trabalhadores.